• Beatriz Correa Kobal

O gerente de produtos que virou SPEAKER

Por que todo gerente ou gestor de produtos deve estar preparado para grandes oportunidades de comunicação?





Vou te contar a história do gerente e dos gestores de produto da empresa alimentícia Aurora, que estava prestes a lançar uma nova linha premium de produtos no mercado, e precisavam tanto informar, quanto motivar sua equipe interna de vendedores.


Eles sabiam que um lançamento de uma linha nova de produtos é um grande evento que merece uma atenção especial a comunicação. Afinal, não dá pra engajar um time de milhares de pessoas sem uma comunicação muito assertiva... e, vamos convir, sem um texto e um Speaker bem preparado: a conexão simplesmente não acontece!

Foi aí que eu entrei, a partir da consultoria para a preparação do roteiro do Speech, do texto falado, porque um conteúdo só é realmente persuasivo, e chamativo, se consegue envolver as pessoas, com o uso de gatilhos, ganchos, links, e, sobretudo, usando as palavras certas pra se comunicar.



Saber como organizar um texto envolvente, com início, desenvolvimento e chamada pra ação é fundamental nesses casos, principalmente num lançamento de produtos por meio de vídeo gravado.
Mas infelizmente é aqui que eu vejo um ERRO comum se perpetuar: grande parte dos profissionais não sabe como preparar um roteiro de speech. A maioria das pessoas apenas coloca tópicos para falar e acaba improvisando o texto na hora.
  • 2 erros que podem ser fatais: os tópicos, porque podem produzir um texto ruim, sem links e zero clareza e objetividade....

  • E o improviso, que pode fazer você se enrolar num texto sem pé nem cabeça, cheio de ruídos, e te colocar numa bela cilada que pode custar caro!


Depois de alinhar bem o texto, com palavras que cabiam na boca dos nossos SPEAKERS, chegou a hora de trabalhar a performance, a oratória, o jeito de falar o texto no vídeo.


Aqui tínhamos alguns desafios a superar:

  1. O primeiro grande desafio no caso do vídeo era trazer esse tom de conversa, de naturalidade, que expressasse o jeito de cada um dos speakers....

  2. O segundo desafio era manter a temperatura alta, as pessoas entusiasmadas, ligadas e conectadas ao vídeo, mesmo sendo uma gravação.

  3. E o terceiro desafio tinha a ver com a parte técnica: como gravar tantos vídeos em uma única diária?

Uma coisa é certa: não dava pra contar com o improviso dos speakers e nem dava pra exigir que nossos speakers decorassem todo o texto (isso exigiria treino, tempo e prática, coisa que não tínhamos).


Foi aí que sugeri um belo "truque" de comunicação, a ferramenta queridinha dos comunicadores: o teleprompter!



Mas aí vem um outro aspecto problemático, que faz muitos diretores de vídeo tremerem na base: se o profissional não tem familiaridade com o TP e não domina as técnicas de interpretação de teleprompter, geralmente a leitura fica falsa, e um tanto robótica, perdendo completamente a naturalidade necessária para que um vídeo se conecte com o público.


Agora vem o pulo do gato: como tenho mais de 20 anos de experiência com treinamentos e cursos de comunicação, oratória e teleprompter e já ajudei milhares de profissionais a interpretarem teleprompter de maneira super tranquila e natural, com algumas dicas técnicas e meu acompanhamento durante a gravação tudo fluiu tranquilamente e conseguimos fazer todas as gravações dentro do prazo e com louvor, porque os SPEAKERS arrasaram!

Resultado:Saí feliz da vida, satisfeita com a performance dos SPEAKERS e com a certeza de um belo produto final, uma campanha de lançamento incrível!


E os SPEAKERS também, saíram realizados, porque quando você aprimora a sua comunicação isso te empodera e te deixa muito mais seguro pra fazer brilhar quem você realmente é!


Se você quer conhecer nossos cursos e treinamentos de comunicação e oratória, basta clicar no botão abaixo e conversar com a gente pelo WhatsApp:



Beijos

Bia Kobal


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo